Amar Demais... Um Erro!

Amar Demais... Um Erro!

sexta-feira, 13 de maio de 2011

Andará o Cupido cego, bêbado ou a precisar de novas setas ?

Mas.. mas que se passa nas relações entre homem e mulher nos dias de hoje ?!  O que é feito do significado da frase "juntos até à morte" e frases similares ?!
Olho para a relação dos meus pais e dos pais dos meus amigos e na maior parte dos casos, eles continuam juntos e bem juntos. Bom, pelo menos assim parece. Será ? Bom, vou assumir que sim. E nos dias de hoje? Vemos as notícias, lemos as notícias, lemos as chamadas "revistas côr de rosa" ( vá lá, reconheça, todos nós lemos um pouco certo ? ) e ficamos supreendidos com notícias de fim de relação entre casais que se pensava que nunca se iriam separar. Casais que representavam duas peças de um puzzle amoroso e emocional, encaixando-se perfeitamente um no outro.
Ou mesmo dos nossos amigos ou amigos dos amigos. Todos nós temos situações dessas certamente. Eu sei que tenho e fiquei igualmente (quase) perplexo.
 Hum.Curioso...
Que se passa ? Andará o Cupido cego ? Andará ele a beber um pouco demais, mais do que devia, antes de lançar as suas setas de amor ? Ou então as setas que usa já são velhas e antiquadas para o século corrente...
Hum.Curioso...
Se calhar o "mal" não está nele. Se calhar a natureza das relações sofreu mesmo uma mutação e transformação, mudando o conceito que se conhecia de relação para toda a vida entre homem e mulher. Se calhar é como a noção actual de emprego, pois já não existem trabalhos vitalícios, ou pelo menos, cada vez são menos! Tudo tem um prazo temporal e terminado esse prazo há que, ou renovar ou procurar outro. Será o mesmo no campo amoroso hoje em dia ? Assim parece...
Claro que há casos e casos, mas parece-me a mim que hoje em dia já não existe tanta tolerância, paciência e sacríficio. E depois de a relação começar nestas condições, ao fim de um certo tempo lá termina.
Hum.Curioso...
Se calhar, a própria maneira como a vida é vivida hoje em dia, também tem a sua influência no campo amoroso. Certamente que sim. A vida hoje é mais agitada, mais dinâmica e fortemente concorrida. Isso gera desgaste psicológico levando a maiores situações de stress e cansaço. E infelizmente, o dique emocional não é forte o suficiente para conter a bravura e força dessas águas turbulentas e arrasta tudo à sua frente. E assim terminam relações também. E esta situação tanto surge no lado masculino como no lado feminino, pois as mulheres hoje em dia, e cada vez mais,  têm um papel mais emancipado e activo na sociedade ( e ainda bem, acho que o merecem ! ).
Hum.Curioso...
Ou será mesmo biológico e verificando-se agora muito mais devido às mudanças sentidas na socidade hoje em dia, onde se calhar já não existe tanta preocupação com assuntos como sejam a moral, princípios, valores e taboos ? Isto é, se olharmos para o homem e mulher do ponto de vista biológico e evolucionário, segundo os cientistas, o homem representa o sexo mais virado para a questão de replicação, para garantir a sobrevivência dos seus genes.
Logo, isto significa que ele biologicamente é suposto engravidar o maior número possível de mulheres, mas não ficando lá para ajudar na criação das crianças que irão nascer ( malandro !... ). Esse seria o papel da mulher, embora esta, só acasalaria com homens que demonstrassem possuir bons genes, claro. E o homem sempre sentiu este papel inconscientemente ao longo da história.
Mas se calhar, as ditas regras da socidade e religião, imponham-se como "bloqueios", obrigando-o a que estabelecesse um elo amoroso e eterno com a mulher que escolheu. Se calhar, hoje em dia, esses "bloqueios" já não existem com tanta força e o papel biológico do homem vem ao de cima. Será mesmo? Será que a culpa é inteiramente do homem, por factores biológicos ?... 
Hum.Curioso...
Ou será que as relações hoje em dia são afectadas pela inversão de polaridade dos sexos? Ou seja, o homem cada vez é mais feminino e a mulher cada vez mais adopta o papel masculino e isso é contra-natura e causa o efeito oposto ao da atracção. Será isso ?
Sinceramente não sei.
Acho que não existe uma só causa, mas sim várias. Diria um cocktail anti-romântico delas. Agora, qual será o futuro das relações, com base no cenário actual que defini nas linhas em cima ? O futuro o dirá, mas uma coisa é certa : o Cupido vai ter que se adaptar ou então vai engrossar ainda mais as filas actuais e extensas de desempregados...
(Por Pedro Mesquita - http://pedromesquita.pt.to / http://www.artigonal.com)

2 comentários:

  1. gostei muito dessa postagem!
    tenha um ótimo domingo
    abraços

    http://novalexandrianet.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Bom dia!
    estou adorando seu blog
    passo todos os dias
    flw

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...